Desumidificadores Previnem Fungos em Animais

Desumidificadores Previnem Fungos em Animais
Desumidificadores Previnem Fungos em Animais

Gato, cachorro, passarinho... Os animais de estimação fazem parte da família, por isso devem receber todo amor e cuidados necessários para que vivam bem por longos anos. As visitas ao pet shop e ao médico veterinário são só alguns dos hábitos comuns que os donos dos bichos se preocupam em manter desde suas primeiras semanas de vida. Mas também é muito importante manter o ambiente em que seu pet vive livre da umidade, para evitar que ele desenvolva alguma doença séria.

Em países desenvolvidos, como Japão e os Estados Unidos, o número de animais de estimação já superou o número de crianças dentro das casas, e o Brasil está no mesmo caminho. Os dados da última pesquisa realizada pelo IBGE- Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - revelaram que em cada 100 famílias, 44 têm cachorros e apenas 36 têm crianças. A mesma pesquisa também mostrou que juntas essas famílias cuidam de mais de 50 milhões de cachorros, e outras 45 milhões de crianças.

E com toda essa vontade de ter um animal em casa, também vem bastante responsabilidade. Não basta se preocupar apenas com a ração e as brincadeiras. O Brasil tem a 4ª maior população de animais de estimação do mundo. São mais de 50 milhões de cachorros e 20 milhões de gatos de acordo com a ABINPET – Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação.

E para prezar pela saúde dos animais de estimação, é preciso não só investir em medicamentos, vacinas, xampus específicos e outros itens para evitar e tratar doenças, mas também dar atenção às condições do ambiente, pois elas podem causar sérios problemas para o animal, como o aparecimento de parasitas e dermatites.

Principais parasitas e microrganismos nocivos para os animais domésticos

Entre os problemas mais comuns que os animais de estimação podem sofrer, favorecidos pelas circunstâncias inadequadas do ambiente, estão:

  • Carrapato Marrom

    Carrapato Marrom

    Esse parasita é encontrado principalmente dentro de casa e costuma se alojar nos cachorros. As frestas, os rodapés e os estrados da cama são alguns dos lugares favoritos deles. Quando adultos, conseguem ficar até 220 dias sem se alimentar e são bem resistentes a produtos de limpeza.

  • Pulga

    Pulga

    Sabe os pontinhos pretos que são vistos andando pelo animal? Eles podem picar várias vezes ao dia e se desenvolvem rapidamente. Os locais que acumulam poeira, como sofás, frestas e assoalhos costumam sofrer com infestação de pulgas.

  • Ácaros

    Ácaros

    São agentes alérgenos e podem provocar sérias doenças nos pets, além de problemas de pele que causam a perda de pelos, coceira e vermelhidão.

  • Fungos

    Fungos

    As doenças chamadas de dermatofitoses ou micoses e frieiras são os problemas mais comuns causados por fungos. Seja debaixo da unha ou nas patinhas do animal, esses microrganismos se espalham de forma rápida por todo o corpo e causam muita coceira.

Quais as principais doenças respiratórias em cães e gatos?

Ácaros e fungos também podem causar problemas respiratórios. Tosse seca, rinotraqueíte (também conhecida como gripe de gato), asma e tosse dos canis estão no topo da lista de doenças que prejudicam a respiração dos animais domésticos. Espirros, congestão nasal e perda de apetite costumam surgir durante as estações mais frias do ano e podem ser sinais de que algo não vai bem com o pet.

Há quem opte por tosar os pelos, comprar coleiras antipulgas, sprays e comprimido. Essas opções são intermináveis e ótimas para acabar principalmente com infestações, mas não vão impedir que esses parasitas continuem transitando pela casa e voltem a se hospedar no animal. Para eliminá-los de uma vez por todas, é preciso controlar a umidade do ar.

Nem todo mundo sabe disso, mas a alta umidade, somada a pouca ventilação e iluminação baixa favorecem a proliferação dos microrganismos citados anteriormente. Quando a umidade está acima de 60%, a reprodução de ácaros e fungos acontece de forma muito mais rápida. E a partir daí, a chance do cão ou gato desenvolver alguma doença pode aumentar.

O desumidificador Desidrat surge então como um meio eficaz de controlar a umidade e garantir a saúde do animal de estimação e também a sua. Ao realizar a desumidificação, ou seja, manter equilibrada a umidade do ambiente, o equipamento age como medida preventiva, eliminando qualquer condição que favoreça a proliferação dos parasitas.

O uso dos desumidificadores para animais é necessário para ajudar a garantir a qualidade do ar e, consequentemente, a saúde e o bem-estar do seu pet. Além disso, atua também como parte de um tratamento moderno e eficaz, no caso dos bichinhos que tenham alguma alergia ou problema respiratório.

Confira o depoimento de um cliente satisfeito:

“Logo que me mudei para um condomínio na serra, às beiras do lago, me deparei com os problemas causados pelo excesso de umidade. Experimentei vários tipos de desumidificadores e a insalubridade se mantinha. A cachorra de 5 anos, até então saudável, apresentou lesões na pele, tipo de fungo de difícil solução. Quando encontrei a Thermomatic e o Max 500 achei o preço alto e até hesitei pela compra, mas decidi experimentar e o resultado foi excelente. Com a umidade controlada, a casa tornou-se saudável e a cachorra teve o problema dermatológico resolvido. Produto e Empresa super recomendados!”
Shirley Pires

Surgiu alguma dúvida? Fale conosco!

Erro: Preencha os campos obrigatórios.

Erro: Preencha os campos obrigatórios.

Ao usar o formulário, você concorda com a nossa política de privacidade

Confira desumidificadores de ar para combater as causas de fungos e alergias cutâneas em animais:

© Thermomatic do Brasil | Otimização de Sites SEO - Marketing em Internet

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para guardar estatísticas de visitas e assim melhorar sua experiência de navegação, saiba mais em nossa política de privacidade.

Entendi e Fechar