Desumidificador para Indústria de Medicamentos para Pets

Desumidificador para Indústria de Medicamentos para Pets
Desumidificador para Indústria de Medicamentos para Pets

A indústria de medicamentos voltada para animais vem expandindo cada vez mais, ano após ano. O crescimento desse segmento pode ser atribuído ao aumento da movimentação do mercado de animais de estimação. Pesquisas realizadas pelo Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (SINDAN) indicam que em 2018, a indústria de saúde voltada para esses animais faturou aproximadamente R$1 bilhão.

Popularmente conhecidos como “pets”, os animais domésticos tem ganhado ainda mais espaço nos lares brasileiros. Atualmente, o país possui aproximadamente 146 milhões de animais de estimação e a expectativa é que esse número cresça ainda mais nos próximos anos.

O cuidado com os animais vai desde comprar produtos especializados em pet shops e fornecer uma alimentação de qualidade até realizar idas regulares ao consultório veterinário, que resultam no maior consumo de produtos farmacêuticos como vacinas, antifúngicos, vermífugos e outros antiparasitas internos e externos, além de eventuais medicamentos para tratamentos e manutenção da saúde dos animais.

Prezar pela qualidade dos produtos fornecidos pela indústria farmacêutica animal, desde sua produção até o armazenamento, é fundamental para garantir a segurança e saúde dos pets. E para isso, é necessário fazer o controle correto da umidade já que, acima dos padrões ideais, ela é capaz de provocar inúmeros danos ao seu negócio.

Veja na imagem abaixo como funciona o processo de produção dos medicamentos veterinários até a distribuição:

 

Processo de fabricação de medicamentos veterinários

Problemas da alta umidade na indústria de medicamentos veterinários

Sejam para tratamentos humanos ou animais, os medicamentos são altamente sensíveis à intempéries climáticas como luz, temperatura e umidade. O descontrole desses fatores pode estragar facilmente os produtos, tornando-os inviáveis para a comercialização. No que se diz respeito à umidade, seu excesso pode oferecer riscos irreversíveis como:

  • Contaminação biológica

    Contaminação biológica

    A alta umidade é a principal responsável pela proliferação de fungos causadores de mofo e bolor. Esses microrganismos contaminam os produtos e matérias-primas devido à liberação de micotoxinas, substâncias tóxicas que, quando inaladas ou consumidas, trazem riscos à saúde tanto de animais quanto de humanos.

  • Alterações químicas

    Alterações químicas

    As fórmulas dos fármacos veterinários podem sofrer alterações e, consequentemente, afetar seu funcionamento. Além disso, sua consistência pode ser comprometida, causando falhas no processo de formação de comprimidos, vazamento e formação de cristais em ampolas e injetáveis.

  • Perda de estabilidade

    Perda de estabilidade

    A umidade elevada no ambiente pode afetar a estabilidade dos medicamentos e causar danos às embalagens que os protegem dos riscos oferecidos pelo ambiente, podendo ameaçar a qualidade do produto.

Como evitar a umidade excessiva na indústria farmacêutica veterinária

Durante a fabricação de fármacos veterinários é de suma importância prestar atenção aos níveis de umidade do ar, para certificar a segurança dos produtos e evitar ameaças à saúde dos animais e o prejuízo financeiro causado pelo descarte de materiais.

Para garantir que os processos sejam realizados de forma segura e dentro dos padrões sanitários, o MAPA (Ministério de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) determina o regulamento de Boas Práticas de Manipulação de Produtos Veterinários que dispõe sobre as condições apropriadas da área de dispensação e armazenamento.

Essa norma determina que esses ambientes tenham temperatura e umidade adequadas e monitoradas, mantendo seus registros. No mais, as fórmulas manipuladas devem ser protegidas da ação dos raios solares, calor e umidade de acordo com as recomendações de cada bula.

Para atender às recomendações do MAPA e certificar a excelência de seus produtos para que não venham trazer malefícios aos animais, você fabricante de medicamentos veterinários deve estar atento aos níveis de umidade ideais, fazendo sua regulação e registro para evitar a proliferação de fungos, bactérias e outros microrganismos nocivos que podem além de danificar os produtos, parar toda produção acarretando em perda de tempo e dinheiro. E para fazer o controle da umidade relativa do ar nos níveis ideais, é recomendado o uso de um desumidificador de ar industrial Desidrat.

A Thermomatic possui uma linha completa de equipamentos profissionais com alta capacidade de desumidificação para atender aos mais diversos locais, propiciando um ar de qualidade para a produção de medicamentos veterinários de excelência e eficácia.

Principais Clientes Atendidos:

Principais Clientes Atendido: Sanphar, BioSyn, Ourofino etc.

Os desumidificadores de ar industriais Desidrat são a melhor solução para manter o ambiente livre de bactérias, fungos, ácaros e outros microrganismos nocivos. Asseguram a qualidade e segurança dos medicamentos, de forma a auxiliar em:

- Evitar a proliferação de fungos no ambiente e nos produtos;

- Evitar mudança na consistência, fórmula e efeitos dos medicamentos;

- Preservar a estabilidade dos medicamentos;

Surgiu alguma dúvida? Fale conosco!

Erro: Preencha os campos obrigatórios.

Erro: Preencha os campos obrigatórios.

Ao usar o formulário, você concorda com a nossa política de privacidade

Controle de umidade na fabricação de fármacos veterinários com os Desumidificadores Desidrat:

© Thermomatic do Brasil | Otimização de Sites SEO - Marketing em Internet

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para guardar estatísticas de visitas e assim melhorar sua experiência de navegação, saiba mais em nossa política de privacidade.

Entendi e Fechar