Desumidificador para Farmácia

Desumidificador para Farmácia
Desumidificador para Farmácia

Para que a venda de medicamentos seja feita de forma segura ao consumidor, muitos processos são exigidos durante a produção em Indústrias Farmacêuticas até que os medicamentos sejam encaminhados às farmácias. Quando você recebe do seu cliente o pedido de uma medicação prescrita pelo profissional, sabe da importância e da responsabilidade que aquele remédio pode trazer.

O armazenamento incorreto de medicamentos pode causar sérios danos nas fórmulas e alterações no decorrer do tempo. Além disso, quando ingeridos, podem afetar a vida do paciente e há também risco de contaminação ambiental.

Algumas normas e regulamentos existem para que o controle de temperatura e umidade nas drogarias seja feito corretamente no decorrer do dia. São elas:

Boas Práticas para Estocagem de Medicamentos

Desenvolvida pelo Ministério da Saúde, em 1990, o item 2 que fala sobre edifícios e instalações, afirma que a iluminação, ventilação e umidade devem ser controladas, para evitar efeitos prejudiciais sobre os medicamentos estocados. Além disso, essas áreas precisam estar livre do acúmulo de pó.

Resolução - RDC nº: 44, de 17 de agosto de 2009

O controle de temperatura e umidade é reforçado pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que dispõe sobre as Boas Práticas Farmacêuticas para o controle sanitário da dispensação, comercialização de produtos, funcionamento e prestação de serviços farmacêuticos em farmácias e drogarias.

Na seção III, desta resolução são descritas as condições de armazenamento, reafirmando que o ambiente deve ser limpo, protegido da ação da luz, umidade e calor, para preservar a integridade química, física e microbiológica, garantindo a qualidade e segurança dos medicamentos.

Em outra seção, também é citada que o transporte de medicamentos deve respeitar as restrições de temperatura e umidade descritas na embalagem do produto, atendendo às Boas Práticas de Transporte.

Resolução - RDC nº304, de 17 de setembro de 2019

A Resolução tem por objetivo estabelecer requisitos de Boas Práticas de Distribuição e Armazenagem e de Boas Práticas de Transporte de Medicamentos. Elaborada pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a RDC passa a vigorar em janeiro de 2020. No artigo 43º, dispõe que as áreas de armazenagem devem ser dotadas de equipamentos e instrumentos necessários ao controle e ao monitoramento da temperatura e umidade requeridas. Seja no centro logístico, centro de distribuição ou ainda no transporte de contêineres refrigerados para transporte aéreo e marítimo ou em caminhões refrigerados.

Além de todas as normas criadas para as farmácias, alguns hospitais também seguem padrões rigorosos de temperatura e umidade nas suas próprias farmácias. Como é o caso do Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago, que elaborou um Procedimento Operacional padrão, com o objetivo de garantir o controle de temperatura da Central de Abastecimento Farmacêutico. No documento, é descrito, que é necessário preencher nos formulários, a temperatura e o nível de umidade do ambiente. E que a umidade do ambiente deve estar entre 40%-70%. Se ultrapassar os 70% deve-se providenciar um desumidificador de ar.

Como a umidade prejudica os medicamentos?

Os medicamentos ficam em locais fechados, ambientes naturalmente propícios aos focos de umidade, pois há materiais higroscópicos, como caixas de papelão que retém vapor de água em excesso quando o ambiente não tem controle. Soma-se a isso circulação constante de pessoas, que produzem naturalmente umidade no ambiente. Cada uma delas produz 15% de umidade a mais dentro do local.

O uso do ar condicionado apesar de ser essencial para os estoques e transporte, como vimos nas normas acima, regula apenas o nível de temperatura e não de umidade.

Por mais que haja limpezas frequentes no local, as partículas em suspensão, como a poeira, costumam permanecer se o ar não for tratado.

Todas essas ações, não substituem em hipótese alguma o uso do desumidificador de ar Desidrat, mas podem e devem ser usadas na prevenção de um ambiente saudável e limpo.

Qual a maneira correta de armazenar os medicamentos?

Para prevenção e combate a umidade alta, é necessário o uso de um Desidrat, pois o equipamento controla o nível de umidade do ambiente e evita a proliferação de fungos e bactérias que podem prejudicar coloração, fórmula e estética dos medicamentos. O Desidrat também retém todas as partículas presentes no ambiente, o que fica visível no filtro após alguns dias de utilização.

Para escolher o equipamento correto para seu ambiente, devem ser levadas em considerações algumas variáveis como:

- Metragem cúbica do ambiente; (altura x largura x comprimento)

- Número de pessoas que frequentam o local;

- Região em que se encontra a farmácia;

- Entradas de ar como portas e janelas.

Consulte nossos consultores para indicação correta do melhor Desidrat para seu ambiente.

Surgiu alguma dúvida? Fale conosco!

Erro: Preencha os campos obrigatórios.

Erro: Preencha os campos obrigatórios.

Ao usar o formulário, você concorda com a nossa política de privacidade

Desumidificadores Desidrat.

Quem usou, aprovou!

Confira abaixo alguns de nossos desumidificadores para controle de umidade em farmácia:

© Thermomatic do Brasil | Otimização de Sites SEO - Marketing em Internet

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para guardar estatísticas de visitas e assim melhorar sua experiência de navegação, saiba mais em nossa política de privacidade.

Entendi e Fechar