Desumidificador para Banheiro

Desumidificador para Banheiro
Desumidificador para Banheiro

O banheiro é um dos cômodos mais freqüentados de uma casa, tanto pelos moradores quanto pelas visitas. Pequenos ou grandes, rústicos ou modernos, todos eles estão sujeitos à ação da umidade. Por isso, é comum a preocupação com ele durante a fase de construção. A escolha de revestimentos, rejuntes e mobiliário pode determinar o comprometimento futuro desse cômodo que é motivo de reclamações frequentes de engenheiros e arquitetos.

Durante a escolha dos móveis, os armários surgem como uma opção prática e funcional para guardar toalhas, itens de maquiagem e higiene sem ocupar muito espaço. Nas lojas de planejados, os gabinetes em MDF aparecem como opções mais acessíveis e com design versátil.

O que poucas pessoas sabem é que alguns hábitos da nossa rotina de cuidados com a saúde também podem comprometer não só os móveis, mas tudo o que estiver nessa parte da nossa casa. Um simples banho quente é capaz de embaçar os vidros do box e os espelhos, aumentando ainda mais a sua fragilidade.

Apesar de não parecer grande coisa, esses episódios são sinais que indicam a existência de umidade em excesso no ambiente. Já parou para pensar a quantidade de umidade que pode ser produzida num local onde todas as pessoas tomam banhos quentes?

Pois é, provavelmente agora você está se lembrando da sensação de estar numa sauna quando entra no banheiro assim que alguém saiu.  Mas, além do aspecto de sauna, a umidade em níveis elevados também causa danos materiais e prejuízos financeiros.

É o caso dos armários que citamos acima, feitos com placa de fibra de média densidade, material conhecido popularmente como MDF. Essas placas são feitas através da junção de fibras de madeiras e resina sintética, a espessura e qualidade de cada uma delas varia de acordo com sua função. Esse material leve de fácil manuseio surgiu na década de 1970, mas só se tornou popular em 1990.

 

Por que esse material sofre diretamente com a ação da umidade?

Essa madeira tem propriedade higroscópica, o que quer dizer que ela é capaz de absorver a água existente no local em que é colocada. Essa função é desempenhada todos os dias, conforme o banheiro é usado, o que se conclui que, devido à produção elevada de umidade, com alta intensidade, o móvel absorve a água em forma de vapor e vai inchando com o tempo. Com o inchaço constante, portas e gavetas deixam a desejar e a parte interna dos gabinetes umedece, favorecendo a proliferação de fungos. Por isso, por muitas vezes pequenas manchas de mofo e bolor podem ser vistas dentro do armário.

Nesses casos, a limpeza com panos secos ou levemente umedecidos com álcool e água não é suficiente e manter o cômodo ventilado é difícil, pois a maioria tem janelas pequenas. O ideal mesmo, para evitar gastos com outros móveis e pisos é usar equipamentos que evitem esse tipo de desgaste e não te façam abrir mão do seu banho quente e relaxante.

Os desumidificadores de ar são opções acessíveis e recomendadas para ambientes como o banheiro, onde o fluxo de umidade é constante e a secagem é mais do que necessária. Após o banho, você pode deixar o desumidificador de ar ligado e toda aquela umidade será controlada em poucos minutos e ainda secará a sua toalha antes do amanhacer. Se antes a preocupação era em estender essas toalhas para que elas secassem até o fim do dia e fungos e bactérias não se proliferassem ali e fizessem mal à nossa saúde, agora isso não é mais uma questão.

Com o equipamento você evita que o vapor do chuveiro danifique espelhos, armários, que manchas de bolor apareçam, seja no teto ou nos rejuntes do azulejo, economiza tempo e ainda mantém a qualidade do ar.

 

Surgiu alguma dúvida? Fale conosco

Erro: Preencha os campos obrigatórios.

© Thermomatic do Brasil | Otimização de Sites SEO - Marketing em Internet