Desumidificador para Laboratórios de Metrologia

Desumidificador para Laboratórios de Metrologia
Desumidificador para Laboratórios de Metrologia

A dúvida sobre o que faz um laboratório de metrologia é grande e apesar de fazer parte do nosso cotidiano é uma área desconhecida, porém estamos diretamente ligados a ela. Metrologia é a ciência que estuda a medição e a finalidade dos laboratórios de metrologia é garantir a qualidade de produtos e serviços por meio de controle de equipamentos que são usados na indústria. Os laboratórios de metrologia são responsáveis pelo controle de qualidade de muitos setores como indústria alimentícia, indústria farmacêutica, e até automotiva.

Para que tudo seja feito de maneira segura e seguindo as normas estabelecidas pelo INMETRO e pela ABNT, o controle de umidade é um dos requisitos.

A umidade em excesso, acima de 60% favorece a proliferação de microrganismos, como fungos, responsáveis pela deterioração química nos materiais metálicos dos instrumentos de medição, gerando corrosão e até oxidação dos equipamentos, tudo isso leva ao comprometimento das funcionalidades resultando em prejuízo para as empresas. Além disso, os fungos também são causadores do mofo e do bolor, aquelas manchas esverdeadas ou acinzentadas que aparecem nas paredes e no teto do ambiente.

As consequências do excesso de umidade no laboratório de metrologia

Um artigo desenvolvido por Wallace Dieb, Emerson Tavares e Eduardo Rafael avaliou o estado de um laboratório de metrologia uma vez que o local não sustentava os parâmetros regulamentados. Ao final do estudo, eles identificaram uma variação constante na umidade relativa do ar, acima de 73%, o que acarretou incertezas nas medições realizadas e redução de vida útil dos equipamentos para laboratório ocasionando problemas de qualidade nos produtos. Por isso, o controle correto de umidade do ar deve ser seguido.

No controle de qualidade de medicamentos, por exemplo, os testes precisam ser realizados da forma mais cautelosa possível, pois um simples erro nos instrumentos de medição faz com que amostras sejam perdidas e que a umidade influencie o medicamento causando mudança de cor e instabilidade.

Além disso, os laboratórios de calibração precisam ter uma estrutura predial especialmente projetada, com isolamento de vibrações e das radiações solares, assim como controle de temperatura e umidade que podem influenciar na qualidade das calibrações.

O excesso de umidade conforme citamos acima, prejudica os instrumentos, como balanças de precisão, que podem sofrer com a oxidação, podendo gerar erros no resultado final, pois o ambiente pode estar com uma contaminação microbiana e ainda pode comprometer o isolamento elétrico dos instrumentos.

Condições ambientais do laboratório de metrologia

O instituto nacional de metrologia, normalização e qualidade industrial (INMETRO) elaborou um documento que estabelece diretrizes e orientações para o credenciamento de laboratórios que realizam a calibração de sensores ou instrumentos usados para medição de temperatura e umidade. No documento recomenda-se parâmetros de condições ambientais e instalações para melhor capacidade de medição do laboratório. É indicado que a umidade do laboratório permaneça entre os limites de 45% e 70% de acordo com a ISO 554-1976. A umidade não deve exceder os limites especificados pelo fabricante do instrumento de medição.

Além do documento, existe a norma da ABNT:

ISO 17025:2017

A ABNT criou requisitos gerais para a competência de laboratórios de ensaio e calibração. No item 6.3 da norma, específica que as instalações e condições ambientais devem ser adequadas às atividades do laboratório e não podem afetar adversamente a validade dos resultados. As influências que podem afetar o ambiente, são: a contaminação microbiológica, radiação, umidade, temperatura, som, vibração, poeira e distúrbios eletromagnéticos.

Condição ambiental não é só apenas o controle de temperatura, outros fatores também afetam os resultados de medição dos instrumentos, como: poeira (gera resíduos no peso que está sendo calibrado), vibração, umidade (instrumentos e padrões podem ser comprometidos se a umidade estiver acima de 65%) e pressão.

Uso do desumidificador de ar para o controle de umidade no laboratório de metrologia

É recomendado o uso do desumidificador de ar Desidrat que controla a umidade na sala de metrologia, ele a mantém entre 45% e 60%, você escolhe a umidade desejada para o ambiente, níveis que impedem a deterioração dos instrumentos e a proliferação de fungos, evitando a contaminação de amostras e prolongando a vida útil dos equipamentos. Além disso, o desumidificador retém as partículas em suspensão que podem prejudicar na hora da calibração.

Muitas indústrias e empresas, de diversos segmentos utilizam o Desidrat como solução eficiente, alguns setores são: hotéis e motéis, hospitais, indústria de papel e celulose, salas de arquivos e usinas.

Surgiu alguma dúvida? Fale conosco!

Erro: Preencha os campos obrigatórios.

Erro: Preencha os campos obrigatórios.

Ao usar o formulário, você concorda com a nossa política de privacidade

Desumidificadores Desidrat.

Quem usou, aprovou!

Confira abaixo alguns de nossos desumidificadores para controle de umidade em laboratórios de metrologia.

© Thermomatic do Brasil | Otimização de Sites SEO - Marketing em Internet

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para guardar estatísticas de visitas e assim melhorar sua experiência de navegação, saiba mais em nossa política de privacidade.

Entendi e Fechar