Como Evitar a Condensação nas Paredes em Dias Frios

Como Evitar a Condensação nas Paredes em Dias Frios
Como Evitar a Condensação nas Paredes em Dias Frios

Quando a temperatura cai, alguns problemas começam a surgir dentro de casa. Paredes e pisos úmidos ou até mesmo escorrendo gotículas de água, é um dos incômodos que costumam aparecer com a chegada do inverno.

Quem mora em regiões naturalmente mais frias, como o sul do país, é quem mais sofre com as paredes suando e o chão úmido. Em alguns estados como o Rio Grande do Sul, a umidade relativa do ar pode chegar a 90%, o que facilita o acúmulo de água.

Quem mora em regiões naturalmente mais frias, como o sul do país, é quem mais sofre com as paredes suando e o chão úmido. Em alguns estados como o Rio Grande do Sul, a umidade relativa do ar pode chegar a 90%, o que facilita o acúmulo de água.

Esse excesso de umidade em casa é certamente incômodo, mas suas consequências podem ser bem maiores do que precisar secar as paredes e chão molhados.

Parede com a superfície condensada devido à alta umidade no inverno

Por que as paredes ficam úmidas no inverno?

A condensação é um fenômeno que acontece quando o vapor (ar quente e úmido) se choca contra uma superfície fria, fazendo com que a água contida no ar volte para o estado líquido. É isso que faz com que escorram gotas d’água pelas paredes no frio.

No inverno, as pessoas costumam manter as portas e janelas fechadas na tentativa de afastar o ar frio e criar uma atmosfera mais aconchegante. No entanto, isso naturalmente favorece o acúmulo de umidade no ambiente.

Várias atividades são responsáveis por gerar vapor dentro de casa: cozinhar alimentos, tomar banhos quentes, lavar roupas e até a respiração contribui para o aumento da umidade relativa. E com a falta de ventilação, a condensação torna-se inevitável.

Janela com condensação devido à alta umidade interna

O que a condensação causa?

Um dos problemas mais comuns associados à condensação em paredes, é a infiltração, que vem acompanhada de bolhas e até o descascamento da pintura, o que causa prejuízos e até mesmo danos estruturais.

O clima úmido dentro de casa também favorece a proliferação de bactérias, ácaros e fungos. Esses microrganismos são altamente alérgenos e prejudicam a saúde respiratória, aumentando a frequência das crises de doenças como asma, bronquite, rinite e sinusite alérgica.

Os fungos também dão origem a outro problema: o mofo. Esse conjunto de fungos deteriora todo tipo de material orgânico, incluindo mobília de madeira, roupas, sapatos, tintas de parede e até alimentos, levando ao descarte.

Os móveis e instrumentos de madeira também são suscetíveis a absorver a umidade do ambiente, o que causa seu estufamento e pode danificar permanentemente a peça.

Mas não é só isso: a condensação também pode propiciar falhas e curtos em aparelhos eletrônicos, prejudicando os componentes internos, o que diminui sua durabilidade e oferece riscos. A oxidação dos elementos metálicos também pode ser acelerada com a alta umidade.

Parede descascando devido à condensação

Como evitar a condensação no inverno

A condensação pode ser amenizada através de algumas medidas como deixar as janelas abertas durante o dia, permitindo a circulação de ar pelos cômodos. Porém, somente ventilar adequadamente não é o suficiente para tirar a umidade por completo, especialmente em regiões muito frias.

Algumas pessoas também cogitam o uso do ar-condicionado para diminuir a umidade, mas é uma opção que gasta muita energia e não é tão eficaz, obtendo baixos resultados.

O ideal para remover o excesso de umidade do ar e assim evitar a condensação de forma definitiva, é usar um desumidificador de ar.

Esse equipamento foi projetado especialmente para tirar o acúmulo de água do ambiente, deixando-o em níveis mais saudáveis. Através de sensores, o desumidificador faz a leitura constante da umidade e a controla no percentual pré-programado.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), os níveis de umidade considerados ideais para a saúde humana estão entre 50% e 60%. Dentro desse padrão (que só é mantido através do uso de um desumidificador), evita-se a condensação e a proliferação de microrganismos nocivos, além de preservar móveis, aparelhos eletrônicos e objetos metálicos.

Conheça os desumidificadores de ar Desidrat da Thermomatic. Pioneira em desumidificação no Brasil, a empresa possui a maior linha de equipamentos da categoria, com soluções para controlar a umidade desde os menores espaços como gavetas e armários, até cômodos inteiros.

Quer saber mais sobre os benefícios que o Desidrat pode trazer e descobrir qual o modelo atende melhor o seu caso? Entre em contato com nossos consultores agora.

© Thermomatic do Brasil | Otimização de Sites SEO - Marketing em Internet

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para guardar estatísticas de visitas e assim melhorar sua experiência de navegação, saiba mais em nossa política de privacidade.

Entendi e Fechar