Doenças Causadas Pela Umidade Excessiva

Doenças Causadas Pela Umidade Excessiva
Doenças Causadas Pela Umidade Excessiva

Todo mundo já ouviu falar em umidade relativa do ar. Provavelmente pela televisão, na hora da previsão do tempo. Mas a questão é: o que isso significa no dia a dia?

A umidade é o vapor presente na atmosfera. Quando ela está em índices muito abaixo ou muito acima do recomendado, alguns efeitos colaterais começam a aparecer. Isso não ocorre apenas “da porta para fora”. Muitos prejuízos também são comuns dentro de casa.

Nos dois extremos, o sistema imunológico reage e aí aparecem ou se agravam as doenças respiratórias. As crianças são geralmente as mais afetadas, já que seus mecanismos de defesa ainda não estão completamente formados.

Vários são os danos que o excesso de umidade pode causar, não apenas para a saúde, mas também em relação a prejuízos de bens materiais. Para prevenir esses problemas, o uso de desumidificadores é uma boa solução.

Mulher sentada na cama, com uma coberta nas pernas, assoando o nariz

O que acontece quando a umidade está alta?

A umidade recomendada pela Organização Mundial da Saúde é entre 50% e 60%. Quando o índice está acima, há proliferação de fungos e bactérias. Estes, por sua vez, são os agentes causadores de mofo e bolor, o terror das paredes.

Os ácaros também se desenvolvem em locais com umidade elevada. Eles ficam em travesseiros, toalhas e roupas de cama.

Já os fungos, como decompositores de matéria orgânica, costumam se instalar em locais com potenciais fontes de alimento para procriar. Por isso, a madeira é um dos seus focos.

A ação desses microrganismos pode desencadear crises alérgicas, pois ao entrar em contato com o corpo através do ar, o sistema imunológico reage.

O que a umidade pode causar à saúde?

Quando o assunto é mofo, bolor e ácaros, todo tipo de doença respiratória ou alérgica é alvo.

Isso é causado porque os esporos presentes no ar podem comprometer todo o sistema respiratório, responsável por conduzir o oxigênio do ambiente até as células. Para que esse sistema cumpra com a sua função, são acionados vários órgãos e os principais que estão na linha de frente são os pulmões e as cavidades nasais.

Permanecer por muito tempo em áreas em que a umidade do ar está elevada fará com que a retenção de partículas indesejadas pelas cavidades nasais seja muito grande. Isso irá afetar todo o sistema respiratório e favorecer o surgimento de doenças.

A rinite é uma delas, caracterizada pelas crises de espirros em qualquer época do ano. Isso é comum quando são inaladas partículas estranhas ao sistema respiratório. No caso da sinusite existe uma inflamação nas mucosas da região paranasal, que acomete nariz, olhos, maçãs do rosto e testa.

Quando há inflamação dos brônquios, a doença é denominada bronquite. Ela inibe o correto funcionamento do sistema de transporte do ar para dentro e para fora dos pulmões. Considerada uma doença crônica, a asma também está relacionada ao transporte de ar, reforçando sintomas como chiado no peito e dificuldade para fazer exercícios físicos.

Casos mais graves podem evoluir para pneumonia, uma infecção nos pulmões que deixa os sacos aéreos cheios de líquido ou pus. Faringite e tuberculose também são exemplos de doenças que podem ser desencadeadas pelo acúmulo de microrganismos no ambiente.

Quarto com uma cama e um abajur, envolto de vidro, e ao fundo uma parede com mofo

Coriza, tosse intensa, nariz entupido, secreção, dores de cabeça e até mesmo febre são sintomas que podem estar relacionados a problemas respiratórios decorrentes da umidade em excesso.

Como evitar a umidade alta

A melhor maneira de evitar a umidade é através da desumidificação do ambiente.

Esse é o processo responsável por manter o local com a umidade ideal e evitar a proliferação de microrganismos como fungos, ácaros e bactérias.

Um higrômetro mostrando uma temperatura de 24,1º e umidade de 44%

Os desumidificadores de ar são ideais para atender as mais diferentes necessidades. Entre as vantagens, é possível destacar:

  • Evita a proliferação de microrganismos

  • Retém até 90% das partículas em suspensão, conhecida como poeira domiciliar

  • Mantém a umidade dentro dos índices estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde, que é entre 50% e 60%.

Um estudo do Instituto de Ciências Biológicas da USP concluiu que o uso dos desumidificadores Desidrat contribuiu para a redução de fungos no ambiente. O resultado prova que a desumidificação proposta pela Thermomatic é testada e aprovada.

Vários são os modelos de desumidificadores, cada um destinado a uma aplicação diferente, mas todos com o mesmo objetivo: melhorar a qualidade do ar.

© Thermomatic do Brasil | Otimização de Sites SEO - Marketing em Internet

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para guardar estatísticas de visitas e assim melhorar sua experiência de navegação, saiba mais em nossa política de privacidade.

Entendi e Fechar